HOME

Menu

Casa Verde e Amarela deve elevar teto de financiamento

 

 

Mudanças nos financiamentos imobiliários. Nessa semana, o governo federal informou que irá aumentar o teto para quem deseja entrar no programa Casa Verde e Amarela. A proposta será debatida ao longo dos próximos dias e impactará os mais pobres.

O Casa Verde e Amarela funciona como a atual política pública de financiamento imobiliário. O projeto é fruto do governo Bolsonaro e substituiu o Minha Casa Minha Vida. Ao longo dos próximos dias, haverá mudanças em seu regimento, uma vez em que o teto fiscal será reformulado.

Detalhes sobre o reajuste no teto orçamentário

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, está sendo estruturada uma medida que objetiva aumentar o valor do imóvel que pode ser financiado pelo Casa Verde e Amarela. A correção não tinha sido realizada desde 2017, mas agora deve ser modificada pelo governo.

Para poder determinar o teto da quantia investida no financiamento, o ministério leva em consideração as faixas de renda aplicadas em cada região. No Nordeste, por exemplo, a população tem as maiores vantagens uma vez em que as taxas de lucros são menores.

Para quem reside em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília, o teto de financiamento do projeto atualmente é de R$ 240 mil. Já em Blumenau, o valor é de R$ 190 mil.

 

 

Critérios para ter o financiamento aprovado

  • Ser brasileiro nato ou naturalizado;
  • Se estrangeiro, possuir visto permanente no país;
  • Cadastro sem restrições;
  • Capacidade econômico-financeira para pagamento da restrição mensal;

Faixas de renda do projeto

  • Famílias com renda bruta de até R$2.000,00, tem taxas de juros que podem chegar até 4,7% a e subsídios de até R$47 mil de acordo com a renda e região que você reside.
  • Famílias com renda bruta de até R$4.000,00, tem taxas de juros variáveis e podem chegar até R$29 mil de acordo com sua renda e localização do imóvel.
  • Famílias com renda bruta de até R$7.000,00, tem taxa de juros variável e o valor depende de acordo com a atrativa na aquisição da casa.
  •  

 

 

Documentos exigidos no cadastro

  • Comprovação De Renda Feita (Holerite/Contracheque);
  • Documentos De Identificação (RG E CPF);
  • Comprovação De Estado Civil (Certidão De Nascimento Para Solteiros, Certidão De Casamentos Para Quem É Casado E Certidão De Casamento Averbada Para Divorciados);
  • Comprovante De Residência Atual;
  • Declaração De Contribuição Do Imposto De Renda.

 

 

Fonte: fdr

 

 

Continue acompanhando as dicas e noticias em nosso Blog Aurea.

© Copyright 2021 – Aurea Incorporadora. Todos os direitos reservados.
WhatsApp Atendimento WhatsApp