Início » 4 passos para não errar no projeto do banheiro

4 passos para não errar no projeto do banheiro

4 passos para não errar no projeto do banheiro

 

Banheiros pequenos, grandes e com ares de spa, ousados ou clássicos. Seja como for, esse ambiente da casa requer uma ambientação cuidadosa, pois abriga diversas demandas e necessidades do cotidiano. Por isso, a arquiteta Luizette Davini e o designer Rogério Castro, do Studio Davini Castro, elegeram alguns cuidados essenciais para esse espaço tão importante no nosso relaxamento.

De olho nos revestimentos

Eles são capazes de transmitir muita personalidade, mas sua função vai além da estética. Especialmente nas áreas molhadas, vale escolher um modelo antiderrapante, que fará toda diferença, especialmente, quando o assunto é segurança no lar. “Também precisamos lembrar que o ba

nheiro tem vapor e, por isso, o revestimento deve ser resistente”, aponta Luizette Davini. Hoje em dia os diversos acabamentos como porcelanatos, cerâmicas vitrificadas, pastilhas, ladrilhos hidráulicos e azulejos decorados, permitem uma infinita combinação de texturas e cores e trazem modernidade ao ambiente. Agora, se você prefere uma forma mais clássicas de revesti-lo, recorra ao mármore, capaz de levar sofisticação aonde for empregado. “Ele pode aparecer apenas em uma bancada, ou pode revestir todo o banheiro, do piso ao teto”, opina Rogério Castro, que complementa. “O importante é escolher um revestimento que atenda às demandas do ambiente e que converse com o estilo de toda a decoração”.

Para banheiros menores, os profissionais do Studio Davini Castro indicam revestimentos mais claros, que conferem sensação de amplitude. Mas também há liberdade para ousar. “Como nesses casos há menos espaço para objetos, convém escolher uma parede de destaque, criando composições e paginações impactantes, explorando cores e texturas”, diz Rogério.

 

 

Louças e metais

Além de escolher os modelos ideais de louças e metais, Luizette Davini lembra a importância de planejar bem sua localização. “Planejamento é tudo, resultando em um ambiente funcional e no ótimo aproveitamento da metragem, sem comprometer a circulação”, aponta a arquiteta. “Comece pelos itens que não poderão ser movidos no futuro, como vaso sanitário, cuba e chuveiro. Para isso, também considere a posição das tubulações”, explica.

Cada vez mais diverso, o universo das louças e metais deve seguir o estilo do projeto e gosto do morador. “Hoje é possível encontrar peças em diferentes cores e acabamentos. Cubas pretas, por exemplo, estão em alta, assim como metais rose gold”, indica Rogério Castro, que afirma que todos os itens no banheiro podem ser coordenados para criar o estilo desejado – seja ele clássico, retrô, moderno. “Para casais com banheiros espaçosos, vale considerar um lavatório com cuba dupla. Assim, o espaço pode ser facilmente compartilhado, com mais comodidade”, diz o designer de interiores.

 

 

Itens para organizar

Impossível pensar em um banheiro sem considerar gabinetes, armários ou estantes. Eles podem ser planejados ou não, mas são indispensáveis, independentemente do tamanho do espaço. “As opções de marcenaria são práticas, pois aproveitam bem os centímetros disponíveis. Mas é possível utilizar até mesmo peças de garimpo – um móvel de farmácia antigo, por exemplo, pode abrigar remédios ou coleções de perfume”, diz Rogério. Além dos armários e gabinetes, acessórios também auxiliam na organização, como toalheiros, papeleiras, deixando tudo em seu lugar.

 

 

 

 

Iluminação

Por fim, uma boa iluminação nunca pode faltar. “Idealmente, ela deve ser pensada em dois momentos – uma geral, para todo o espaço, e outra mais concentrada, na região do espelho”, indica Luizette, que também aponta que as lâmpadas de cor quente são as escolhas mais acertadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

FONTE: https://www.jornaldepiracicaba.com.br/

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *